Expresso Adoração

sábado, 1 de maio de 2010

Borboletas de Mário Qintana


BORBOLETAS

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de
se decepcionar é grande.

As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.

Temos que nos bastar... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.

As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você.

O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você.

No final das contas, você vai achar
não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!

Mário Quintana:

Tigres








Tigre especie ameaçada de Instição!!






Tigre (Pantera tigres) é um mamífero da família dos Felinos ou Felídeos. É uma das quatro espécies dos "grandes gatos" que pertence ao gênero Pantera. Os tigres são predadores carnívoros
Um macho adulto pode pesar mais de 300 kg. São caçadores noturnos se apesar de seu grande tamanho, podem se aproximar de suas presas em completo silêncio, antes de se precipitar sobre elas a curta distância. Entre os carnívoros terrestres eles juntos aos Leões têm os maiores dentes que podem chegar a 10 cm e as maiores garras atingindo os 8 cm. A força da sua mordida é uma das mais fortes entre todos os felinos. Ele é um grande nadador, eles usam isso para se refrescarem. Já aconteceu de tigres nadarem mais de 5 km.
Há nove subespécies distintas de tigre, três das quais estão extintas, Afeganistão, antiga Ásia Central Soviética, Índia China todo o sudeste da Ásia e Indonésia (ilhas de Sumatra, Java e Bali. Hoje em dia se encontram extintos de muitos países da Ásia. Estas são as subespécies sobreviventes, em ordem encontra em vales com encostas rochosas do rio Amur. Está agora confinado a uma pequena área no leste da Rússia onde é protegido. Antigamente habitava a Coréia Manchúria (região nordeste da China, sudeste da Sibéria e leste da Mongólia
Desde os anos 1920 não são mais vistos na Coréia do Sul. Em liberdade existem entre 300 a 500 indivíduos no momento, e muitas populações não são geneticamente viáveis, por estarem sujeitas a cruzamentos consangüíneos. É a maior das subespécies de tigre e o maior felino existente hoje em dia O tamanho é variável com a subespécie, pesando, na grande maioria das vezes, entre 250 e 330 kg, de forma que pode haver indivíduos menores e maiores que nesse intervalo de peso. Tem cerca de 2,40 m a 3,15 m de comprimento somado ainda com a cauda de 1,10 m ou 1,20 m. O maior exemplar já catalogado na natureza tinha 423 kg e o maior em cativeiro tinha 452 kg. A sua dieta é formada principalmente de suínos selvagens para a sua alimentação, mas após o declínio destas presas têm vindo a caçar veados. Podem ainda caçar outros mamíferos como ursos pardos, mas seu espólio anual é de no máximo 11 % e caçam também aves, répteis e peixes.
Arrastam a carcaça de um alce de 870 kg para o lugar que mais lhe agrada. Diferentemente das outras subespécies de tigre, vive em uma área de clima frio formada por florestas boreais (de carvalhos e coníferas) e, por conta disso, tem uma pelagem mais clara e menos listras para poder se confundir com a o arvoredo seco de que se rodeia durante a caça.
Tigre-do-sul-da-china
(Pantera tigre amoyensis) - É a mais criticamente ameaçada das subespécies, caminhando rapidamente à extinção. Até o começo dos anos 1960 haviam aproximadamente 4000 tigres na China. Na época eram mais numerosos até que os tigres da Sibéria e de Bengala.
Em 1959 Mao Tona, na época do "grande salto adiante", declara os tigres uma praga Seguiu-se então uma brutal perseguição aos tigres, reduzindo-os a 200 indivíduos em 19 6 Há apenas 59 exemplares em cativeiro, todos na China, mas que descendem de somente 6 exemplares. A diversidade genética necessária para manter a espécie já não existe, indicando que uma possível extinção está próxima. O tigre pode reproduzir-se de 8 a 12 crias por mãe e a sua gestação dura cerca de 20 meses. Ao nascerem às crias podem ter 20 cm de comprimento e 14 cm de altura e 30 kg. A idade media de um tigre é de 80 anos. É preciso fazer algo urgente para protegermos estes belos animais, será que em um futúro, não muito longicuo, nossos filhos netos e bisnetos, só conhecerão estes felinos em uma videoteca, arquivados em um video, ou nas paginas de um livro. O Pleneta pede socorro, os animais sofrem as consequencia da ganância dos seres humanos. O que for ser feito, deve ser feito agora antes que seje tarde demais.

Fonte: Inciclopedia