domingo, 27 de janeiro de 2013

Tragédia - Kiss



A MAIOR TRAGÉDIA DE NOSSAS VIDAS

Morri em Santa Maria hoje. Quem não morreu? Morri na Rua dos Andradas, 1925. Numa ladeira encrespada de fumaça.

A fumaça nunca foi tão negra no Rio Grande do Sul. Nunca uma nuvem foi tão nefasta.

Nem as tempestades mais mórbidas e elétricas desejam sua companhia. Seguirá sozinha, avulsa, página arrancada de um mapa.

A fumaça corrompeu o céu para sempre. O azul é cinza, anoitecemos em 27 de janeiro de 2013.

As chamas se acalmaram às 5h30, mas a morte nunca mais será controlada.

Morri porque tenho uma filha adolescente que demora a voltar para casa.

Morri porque já entrei em uma boate pensando como sairia dali em caso de incêndio.

Morri porque prefiro ficar perto do palco para ouvir melhor a banda.

Morri porque já confundi a porta de banheiro com a de emergência.

Morri porque jamais o fogo pede desculpas quando passa.

Morri porque já fui de algum jeito todos que morreram.

Morri sufocado de excesso de morte; como acordar de novo?

O prédio não aterrissou da manhã, como um avião desgovernado na pista.

A saída era uma só e o medo vinha de todos os lados.

Os adolescentes não vão acordar na hora do almoço. Não vão se lembrar de nada. Ou entender como se distanciaram de repente do futuro.

Mais de duzentos e cinquenta jovens sem o último beijo da mãe, do pai, dos irmãos.

Os telefones ainda tocam no peito das vítimas estendidas no Ginásio Municipal.

As famílias ainda procuram suas crianças. As crianças universitárias estão eternamente no silencioso.

Ninguém tem coragem de atender e avisar o que aconteceu.

As palavras perderam o sentido.

Por: Fabrício Carpinejar

Qual o preço que temos por diversão é quem esta pagando esta conta???



Não vamos a festas para termos tragédias. Porém, mais uma vez acontece! O incidente ocorrido na madrugada de hoje em Santa Maria, RS - Deixa em nossa memória uma das maiores tragédias em fábricas de diversões, cravando o número de mais de 150 feridos e mais de 245 mortes... E isso nos leva a refletir... Afinal, qual a qualidade de diversão está sendo entregue para os nossos filhos!

Não é de hoje que isso acontece, o que percebo quando vou à casa de shows, é que, existe nitidamente a massificação do número de pessoas em função do tamanho do espaço físico. Ou seja, colocam mais pessoas que o espaço, propriamente dito. Superlotados, baixa luz, e som alto. Isso acontece nos salões, casas noturnas, clubes e similares. Em muitos casos é difícil o acesso as saídas de emergência, e também não se encontram pessoas treinadas para prevenção de acidentes em larga escala.

Lembro que: em dezembro de 2001, em Belo Horizonte, foram mais de 341 feridos, em 2003 o fogo no isolamento acústico provocou a morte de 100 pessoas no The Sation, um ano depois em Guarulhos desabou o teto ferindo mais de 120 pessoas, dezembro de 2004 em Crogmanon, Buenos Aires tirou a vida de 180 pessoas e deixou mais de 600 feridos.

Realmente, não temos como prever, ou mesmo evitar que determinados acidentes venham a acontecer. No entanto, acredito sim, que as autoridades competentes possuem formas de identificar e prevenir tais acidentes, fiscalizando e sendo acima de tudo, pro-ativa na prevenção e orientação dos presentes nesses casos.

Sabe, nunca tive a oportunidade de visitar uma danceteria, efetuando um procedimento de prevenção, ou mesmo uma simulação de incêndio. Talvez isso fosse viável, e ajudaria muito no sentido de minimizar um pouco a dor que sentimos, agora!

De quem é a responsabilidade por tamanho acidente, onde estão os órgãos fiscalizadores, e a pessoas que diretamente estão relacionadas com o apoio, suporte e prevenção de acidentes em grandes proporções.

Eu sei que é triste, e nada do que eu venha falar, irá confortar as pessoas dos amigos e parentes perdidos nesta tragédia.

Sou solidário a todos envolvidos.

 Por:     Rivalino Pereira

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

COMO CONTROLAR OS IMPULSOS SEXUAIS?


  Para Garoto Cristão:
COMO CONTROLAR OS IMPULSOS SEXUAIS?

Em Mateus 26.41, Jesus nos exorta: "Fiquem atentos e orem. De outro modo a tentação vencerá vocês".

A primeira atitude é vigiar. Portanto, você deve estar atento, como um sentinela na guerra. Ao perceber que determinada situação poderá levá-lo a pecar, não tente enfrentá-la, mas fuja!

"Tenha fé e' amor, e sinta prazer na companhia daqueles que amam o Senhor' e têm o coração puro" (2 Tm 2.22 - BV).

Ser tentado não é pecado. O pecado está em aceitar a tentação. Tiago 1.15 mostra os passos existentes entre o ser tentado e o pecar. Portanto, existe a possibilidade de, ao sermos tentados, não pecarmos.

A segunda atitude é orar. Reconheça seu pecado (Lc 18.13 e 14), confesse-o a Jesus e receba seu perdão, com base na promessa de 1 João 1.9 ("Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar oS pecados e nos purificar de toda injustiça'').

Aprenda a controlar sua mente. Quando seus pensamentos começarem a voar para as áreas de fantasias sexuais, faça como Paulo aconselha em Filipenses 4.8: fimem seus pensamentos naquilo que é verdadeiro, bom e direito. Pensem em coisas que sejam puras e agradáveis e detenham-se nas coisas boas e belas que há em outras pessoas. Pensem em todas as coisas pelas quais vocês possam louvar a Deus e alegrar-se com elas".


Aqui vão mais algumas dicas:

- Caso seu impulso sexual esteja "à flor da pele", não fique sozinho por longos períodos. Satanás pode facilmente trazer maus pensamentos à sua mente. Lembre-se do ditado: "Mente vazia, oficina do diabo".

- Pratique exercícios físicos, atividades esportivas ou projetos criativos para despender suas energias e desviar sua atenção de pensamentos eróticos.

- Procure ter como exemplo rapazes e moças que permaneceram na vontade de Deus em sua adolescência e foram recompensados por Ele. Compartilhe suas dificuldades com essas pessoas e aprenderá muito com as experiências que passaram, e das quais saíram vitoriosos.
 
Texto: Pregador Alex Lima
 

Hobbit - Uma Viagem inesperada



Neste fim de semana fui conferi o primeiro longa da trilogia  Hobbit, de inicio um verdadeiro chá de poltrona. (risos) .Com duração de quase três horas, o primeiro filme do “Hobbit” trilogia que adapta a obra de J.R.R. Tolkien, o mago Gandalf (Ian McKellen) e os 13 anões que formam sua companhia contratam Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) para uma jornada até a Montanha Solitária, onde tentarão recuperar os pertences dos anões que foram Saquiados pelo dragão Smaug (voz de Benedict Cumberbatch). É nessa aventura que Bilbo encontra o Um Anel que desencadeia a trilogia O Senhor dos Anéis.Esbanjando bastante humor , o primeiro filme da nova trilogia de Peter Jackson realmente veio para agradar a todo o público que se encantou há uma década com o universo de J.R.R. Tolkien. Para matar a saudade de diversos personagens marcantes de seu antecessor cinematográfico, eis que o espectador poderá dizer que voltou ao espaço imaginário da Terceira Era da Terra Média, onde raças humanóides como Hobbits, Elfos, Anões e Orcs habitam um incrível mundo que parece nunca ter sido suficientemente explorado.
A platéia veio ao delírio em rever o então amado por uns e odiado por outros, Smigow, portando o seu tão adorado precioso, que mais uma vez escapa de suas mãos. Hobbit  trás deslumbrantes cenas de efeito especiais, como na luta das montanhas me fez lembrar da revolta das arvores gigantes do senhor dos anéis. Agora é so aguarda a seqüência da saga Hobbit  que em sua segunda parte tem estréia marcada para 16n de Dezembro de 2013.






Novembro Azul!!