sábado, 18 de junho de 2016

A força de Uma Adoradora!!



Eyshila utilizou as redes sociais, nesta sexta-feira (17), para voltar a comentar a morte do filho, Matheus Oliveira, de apenas 17 anos, vítima de uma meningite. A cantora compartilhou uma foto do herdeiro e, além de falar sobre a dor, também fez questão de agradecer o apoio que tem recebido de familiares, amigos e fãs.
"Nesses últimos dias, temos derramado muitas, muitas lágrimas. Não temos chorado sozinhos, mas fomos acompanhados por uma multidão que clamou, orou e chorou conosco. Fomos abraçados e amparados pelo amor e pela compaixão dos irmãos que não somente oraram, mas choraram. E como choraram! Creio que o choro é um nível mais elevado de oração porque expressa a dor que meras palavras não podem traduzir", iniciou no Face book.
E continuou: "O Brasil e o mundo choraram diante do Senhor pela vida do meu filho. Quero agradecer imensamente em nome da minha família, e dizer que nossas lágrimas não foram em vão. Lágrimas não são esmolas que damos a algum pedinte que precisa matar sua fome momentânea. Lágrimas são joias muito preciosas, e devem ser depositadas no altar de Deus".
Permanecemos em oração pela vida da família.  Que o Espirito Santo console a todos. Por mais que temos a certeza que foi Deus que recolheu
Sempre há uma dor muito profunda, nos que perdem alguém que ama. Nesta hora surgem os questionamentos. Mas e as promessas que foram feitas? Mas, a minha família não está cercada por Deus. E a minha fé não foi capaz de levantar da cama? Por que... Porquê...  eu? Porque Deus permitiu? Passei por Isso, questionei, chorei me calei por um ano. E neste momento Deus se calou respeitando o meu momento. Mas uma coisa é certa ele não me abandonou. No momento certo ele respondeu. Apesar de não entendermos os designo dele. Tudo que ele faz é perfeito. O que eu aprendi com isso tudo, foi confiar e continuar confiando. Muitos atos da soberania de Deus não se explicam. Precisamos entender que Ele sabe o que faz, apesar de ser dura pra nossa realidade humana.  A dor de uma perda dói muito, senti quando perdi meu pai, somente Deus para nos confortar. Esse Clip do Voices reflete essa dor. O mais intrigante deste vídeo; e que a própria Eyshila está sendo consolada por sua irmã Lis Lane. Deus esta contando com agente para  falarmos sobre ele para aqueles que estão precisando ouvir uma palavra de acolhimento. Deus faz das nossas perdas testemunhos para outras vidas. Aguenta firme Eyshila a força que você Demonstrou está sendo expiração para muitas pessoas. Deus abençoe. 


Fonte: MSN - adaptado por Expresso Mineiro

sábado, 4 de junho de 2016

O Amor às Ovelhas ou o Dinheiro Delas? - Richard Baxter




Um coração vazio pode impedir a entrada de alguém, mas não um bolso vazio. Seu reino de graça sempre foi mais congruente com a desprezível pobreza que com a riqueza e a honra, e as riquezas dificultam muito mais a entrada que a carência; pois Deus escolheu "os que são pobres aos olhos do mundo para serem ricos em fé e herdarem o Reino que ele prometeu aos que o amam" (Tg 5.2).

Sei que "o trabalhador merece o seu salário" (Lc 10.7) e aqueles "que pregam o evangelho, que vivam do evangelho" (1Co 9.14). [...] No entanto, desejaria que os bem-intencionados ministros de Cristo levassem em consideração o que é aconselhável, e também o que é legítimo, sabendo-se que a salvação de uma alma é melhor que uma grande quantidade de dinheiro, e que nosso ganho, embora legítimo, é um ganho abominável, pois é pedra de tropeço para a alma de nosso rebanho. Tornemos o evangelho da graça tão pouco oneroso e incômodo quanto possível. Prefiro não aceitar o dízimo de meu rebanho que destruir as almas por quem Cristo morreu; e embora Deus tenha ordenado que aqueles "que pregam o evangelho, que vivam do evangelho" (1Co 9.14), prefiro sofrer todas as coisas que ser um obstáculo para o evangelho; e seria melhor morrer que permitir que algum homem transforme isso em minha honra inútil. [...]


Se a necessidade das almas e a promoção do evangelho exigir isso, prefiro pregar o evangelho maltrapilho e faminto que contender implacavelmente pelo que é legítimo; e se eu assim agir, não terei do que me gloriar, pois a carência se abaterá sobre mim; sim, que o infortúnio me persiga, se não pregar o evangelho, embora jamais tenha recebido algo dos homens. Quão impróprios são os mensageiros dessa graça e desse reino gratuitos se preferirem perder a alma e o coração de seu rebanho que perder um tostão daquilo que lhe é devido; se preferirem aborrecer as pessoas depondo contra a mensagem de Deus que tardar um pouco seus direitos, contendendo com elas em juízo pelo salário do evangelho, e transformando as boas novas que alcançam seu coração carnal parecer as tristes novas por causa desse fardo! Esse não é o caminho de Cristo e seus discípulos, nem a veneração da abnegada doutrina de entrega e de sofrimento que eles ensinaram. Fora com todas essas ações que vão contra o fim principal de nosso estudo e chamado de ganhar almas; e que o infortúnio acompanhe esse ganho que obstrui o ganhar pessoas para Cristo. Sei que a carne agora fará objeções por causa das necessidades, e a desconfiança não aceita argumentos; mas nós que temos o suficiente para responder às reservas de nosso povo, levemos algumas dessas respostas para casa para que ensinemos a nós mesmos antes de ensinar ao nosso rebanho. Quantas pessoas você conhece, por quem Deus sofreu, que passam fome na vinha do Senhor?
Assim como não pagamos nada pelo amor eterno de Deus, nem pelo Filho de seu amor, nem pelo seu Espírito, nem por nossa graça e fé, também não devemos pagar nada pelo nosso descanso eterno. [...] O coração quebrantado que conheceu o deserto do pecado entende e sente o que digo. Que pensamento maravilhoso pensar na insondável diferença entre o que merecemos e o que recebemos; entre o estado em que deveríamos estar e o em que estamos. [...] Ó, como foi de graça todo esse amor; e como foi de graça toda essa glória que desfrutamos. [...] A sabedoria infinita moldou todo o plano da salvação do homem em um molde de compra e de gratuidade, para que o amor e a alegria do homem possam ser aperfeiçoados, e a honra da graça, mais altamente desenvolvida; que o pensamento do mérito não obscureça a alegria e o amor do homem, nem obstrua a graça, para que a porta do céu se abra apoiada nessas duas dobradiças. Portanto, que: "Merecido", seja escrito no chão do inferno, mas na porta do céu: "O dom gratuito".


Fonte: Livro O descanso eterno dos santos

A mulher e a Cobra



Uma mulher tinha uma cobra de estimação que amava muito. A cobra media cerca de 2 metros e meio de comprimento. Um dia o animal simplesmente parou de se alimentar. Após várias semanas tentando tudo o que podia para fazer a cobra comer, a mulher a levou ao veterinário. Ele fez algumas perguntas sobre o comportamento do animal nos últimos dias: "Quando você dorme com ela em sua cama, na manhã seguinte, como ela está "deitada"?" A mulher respondeu : "Geralmente está esticada ao meu lado, outras vezes sobre mim, e outras na cabeceira aos pés da cama, e eu não posso fazer nada para ajudá-la". O veterinário , preocupado, pediu para ela deixar a cobra no consultório pois corria um grande perigo. "Essa cobra não está mais comendo por um motivo simples: ela está se poupando, se preparando para dar o bote em você. Quando está na cama, esticada ao seu lado, não está fazendo nada menos do que medir o seu tamanho, para ver se já é capaz de te engolir."
Nem todo "carinho" é carinho.
Nem todo o "amor" é amor.
Nem todo "Amigo é amigo.
Aprenda a saber a diferença.


Autor Desconhecido

Novembro Azul!!